Difference between revisions of "Vernáculo de Angola – Estado actual de conhecimento e perspectivas de investigação futura"

From HLT@INESC-ID

 
Line 2: Line 2:
 
{{speakerLargeBio|
 
{{speakerLargeBio|
 
|name=Liliana Inverno
 
|name=Liliana Inverno
|image=mariagracavolpenunes.jpg
+
|image=lilianainverno.jpg
|email=gracan@icmc.usp.br
+
|email=lilianainverno@gmail.com
|www=http://www.icmc.usp.br/~gracan/
+
|www=http://www.uc.pt/creolistics/research/angola/liliana
|bio=Formada em Ciências de Computação (na UFSCar), com Mestrado (na USP/São Carlos) e Doutorado (na PUC-Rio) na área de Processamento de Línguas Naturais. Membro fundadora do NILC - maior centro de pesquisa em PLN no Brasil - e sua coordenadora desde 1993. Tem atuado em diferentes áreas de PLN: ferramentas de escrita, sumarização, tradução automática, geração de texto, criação de corpora, avaliação de sistemas de PLN, entre outros. É professora associada na USP/São Carlos, onde orienta pesquisadores e coordena projetos, além de ministrar disciplinas na graduação e pós-graduação em computação. Foi presidente da comissão gestora do PROPOR e membro da Comissão Especial de PLN da Sociedade Brasileira de Computação.
+
|bio=Liliana Inverno é Licenciada em Estudos Portugueses e Ingleses e Mestre em Linguística Descritiva pela Universidade de Coimbra. Actualmente leitora na Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve, membro integrado do Centro de Estudos de Linguística Geral e Aplicada (CELGA) na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e Vice-Presidente da Assembleia Geral da Associação Crioulos de Base Lexical Portuguesa e Espanhola (ACBLPE), aguarda marcação da defesa da sua tese de doutoramento - Contact-induced restructuring of Portuguese morphosyntax in interior Angola: evidence from Dundo - realizada sob orientação do Prof. John Holm na Universidade de Coimbra e financiada por bolsa da Fundação para a Ciência e Tecnologia. A sua investigação centra-se na descrição da variedade angolana do português e dos mecanismos sociais e linguísticos que lhe deram origem, tendo para isso realizado trabalho de campo em Angola em Julho e Agosto de 2004. Para uma lista de algumas das suas publicações cf. http://www.uc.pt/creolistics/research/angola/liliana
 
}}
 
}}
  
Line 15: Line 15:
 
== Speaker ==
 
== Speaker ==
  
* Maria das Graças Volpe Nunes, USP/São Carlos & NILC, Brasil
+
* Liliana Inverno, ???
  
  

Revision as of 19:23, 24 November 2010

Liliana Inverno
Liliana Inverno
Liliana Inverno é Licenciada em Estudos Portugueses e Ingleses e Mestre em Linguística Descritiva pela Universidade de Coimbra. Actualmente leitora na Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve, membro integrado do Centro de Estudos de Linguística Geral e Aplicada (CELGA) na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e Vice-Presidente da Assembleia Geral da Associação Crioulos de Base Lexical Portuguesa e Espanhola (ACBLPE), aguarda marcação da defesa da sua tese de doutoramento - Contact-induced restructuring of Portuguese morphosyntax in interior Angola: evidence from Dundo - realizada sob orientação do Prof. John Holm na Universidade de Coimbra e financiada por bolsa da Fundação para a Ciência e Tecnologia. A sua investigação centra-se na descrição da variedade angolana do português e dos mecanismos sociais e linguísticos que lhe deram origem, tendo para isso realizado trabalho de campo em Angola em Julho e Agosto de 2004. Para uma lista de algumas das suas publicações cf. http://www.uc.pt/creolistics/research/angola/liliana
Addresses: www mail

Date

  • 15:00, Friday, December 3rd, 2010
  • Room 336

Speaker

  • Liliana Inverno, ???


Abstract

Esta comunicação tem como objectivo resumir o conhecimento acumulado ao longo de seis anos de investigação sobre a variedade angolana do português e divide-se em duas partes. Na primeira parte, partindo de dados linguísticos recolhidos in loco e de uma breve revisão da literatura e do contexto sociolinguístico vivido em Angola desde os primeiros tempos de contacto até ao presente, apresenta-se uma descrição detalhada do conhecimento actual sobre a estrutura linguística da variedade angolana do português e dos factores sociais, históricos e linguísticos que permitem compreendê-la. Na segunda parte, analisam-se as limitações dos dados e estudos existentes e reflecte-se sobre formas de as ultrapassar.


Note: This seminar will be held in Portuguese.